Skip to content

Parabéns para mim!

Estou de Parabéns!

Ontem completei o meu primeiro ano aqui em Madrid. Olhando de fora, foi um ano cheio de novas experiências, novos desafios (muitos deles superados com êxito) e no final até foi um ano porreiro! 🙂
All in all não me posso queixar muito: passei de um trabalho que não gostava em Portugal a trabalhar na minha área e no estrangeiro (algo que sempre quis fazer!).

Posso dizer que já conheço um pouco melhor a cidade, depois de um ano eu já:
- percorri umas quantas linhas de metro de uma ponta à outra
- conheço os arredores da cidade, os seus centros comerciais e as formas mais rápidas de lá chegar
- apanhei 'buhos' a várias horas da noite (mais ou menos alcoolicamente alegre) e já me enganei no autocarro e tive de fazer o resto do caminho a pé
- fiz amigos no autocarro, incluindo os motoristas
- descobri que o arroz espanhol precisa de menos tempo de cozedura para não ficar 'empapado'
- conheci uns quantos mercados e vi marisco mais fresco que em Portugal
- planeei 2 "Rally das Tascas"
- disse "para a semana vou ao Rastro" praticamente todos os fins-de-semana (e não fui em quase nenhum)
- me habituei a passar na Calle Montera sem ficar com os olhos esbugalhados
1931247_48644325875_4739_n- cruzei-me muitas vezes com os ''heavies de Gran Vía'' mas ainda não tirei fotos com eles
- me apaixonei no metro mais vezes do que as que é possível contar
- visitei o Prado e o Reina Sofia, mas ainda não fui ao Thyssen porque se paga x)
- quase fui assaltada
- li mais livros nas viagens de transportes públicos durante este último ano, que nos meus tempos livres dos últimos anos
- comparei preços em diversos supermercados e fiz listas de compras dividindo os produtos a comprar pelos vários supermercados
- comprei roupa e mobília em segunda mão
- me empanturrei no 100 montaditos... várias vezes. É paragem obrigatória quando cá vem alguém visitar-me
- mudei de nome. E de apelidos. Nunca acerto à primeira no meu próprio nome porque nunca sei que apelidos escolhem para me registarem... O governo espanhol continua a achar que me chamo Susuna, mesmo depois de ter alterado o nome no meu NIE...
- visitei exposições que nunca na vida chegariam a Braga
- fui ao cinema e ao teatro sozinha
- vi o musical do Rei Leão e comecei a chorar nos primeiros 5 minutos
- vi alguns dos melhores atardeceres de sempre
- me perdi no Retiro vezes sem conta, principalmente para tentar encontrar o Palácio de Cristal

Palácio de Cristal, Retiro

 

Para além disso:
- ainda não me "empadronei", o que significa que ainda não tenho médico de família para o caso de me darem "as ânsias"...
- se algum turista me pedir informações, já lhas posso dar sem ter de pensar muito
- continuo a perder-me na zona de Moncloa e a não saber quais são as ruas que vão "para cima"
- 'descobri' um Mercadona a 200m de minha casa, mas continuo a preferir o que está mais longe (750m)
- 90% das vezes que saio, acabo a noite no Independance... praticamente não conheço mais nenhuma discoteca...
- passei de trabalhador com contrato temporário a entrar nos quadros da empresa
- mudei de departamento e aumentaram-me o salário
- ainda não conheço o zoo. Nem a Plaza Castilla. Nem a Porta da Europa. Nem as 4 torres. Nem Las Ventas. Nem 1000 coisas mais.
- não tomei nenhum 'relaxing cup of café con leche en Plaza Mayor'
- não vi nenhum jogo de futebol nem visitei nenhum dos estádios. Só entrei no Santiago Bernabéu para ver o concerto dos Rolling Stones.

Atardecer em Madrid, Calle Alcalá

E muitas mais coisas que neste momento não me lembro, mas que tiveram a sua importância!

----

Já conheces o board do Desbravando Madrid no Pinterest?

Visita a página do Desbravando Madrid no Facebook e faz like!

Segue o Desbravando Madrid no Twitter!

Adiciona o Desbravando Madrid aos teus círculos do Google+!

Comentários

Comentários

0 thoughts on “Parabéns para mim!

  1. Sandra B.

    Adorei a tua lista, e realmente você está de parabéns!!!
    É muito bom comemorar as pequenas vitorias da vida.

    Ri muito com o do Independance, eu também já terminei a noite lá e não conheço mais nenhuma discoteca. hehehehe

    Explica isso do nome, que confusão!

    "Suerte"
    Sandra

  2. desbravandomadrid

    Olá Sandra!
    Obrigada pelo comment!

    ahahah entretanto também já conheço o Joy Eslava e o Riviera. Não gosto de nenhum dos dois!
    O problema com o nome é que eu tenho 2 apelidos da mãe e 1 do pai: Susana P. C.(da mãe) A. (do pai). Como aqui em Espanha o apelido do pai vem em primeiro lugar, muitas vezes escrevem o meu nome como Susana P. ... Se eu disser que o apelido do pai é o 'A.', então escrevem Susana A. P. C. e eu digo "naaaaooo o do pai vai no fim" e escrevem Susana P./C. A.
    E muitas vezes escrevem também Susana P. C., porque dizem que o A. já não cabe... ou não é preciso... Então nunca sei como é que eles escrevem o meu nome 🙁

  3. Sandra B.

    entendi que eles tinham errado a grafia do teu primeiro nome!
    o melhor é a cara dos espanhóis quando tentamos explicar que o resto do mundo tem outra forma e outra ordem dos sobrenomes!! :O hehehe ... eles insistem em esquecer isso!

    🙂

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *