Skip to content

Madrid de los Austrias: o que é?

Da primeira vez que ouvi falar do Madrid de los Austrias pensei: mas que porra é o Madrid de los Austrias? Onde está isso? E porque é que não aparece nos mapas?

Imagino que o mesmo tenha passado com muita gente que já esteve em Madrid e andou pela cidade sem utilizar algum guia...

A resposta a esta pergunta nem é assim tão difícil... Na realidade o Madrid de los Austrias não aparece no mapa, como os outros bairros, por um simples motivo: na realidade ele não existe. É apenas uma zona da cidade que abarca algumas zonas dos bairros de Sol, Palacio e La Latina.

 

E porque lhe chamam Madrid de los Austrias?

Também conhecido por barrio de los Austrias, esta zona corresponde ao traçado medieval primitivo da cidade, assim como à expansão urbanística iniciada pelos reis da casa de Austria, entre os reinados de Carlos I e Carlos II, com um impressionante conjunto monumental e arquitectónico, grande parte dele construído nos séculos XVI e XVII. Aqui estão concentrados alguns dos edifícios mais importantes da capital.

madrid de los autrias, o que é madrid austrias, passear madrid austrias, conhecer madrid austrias, curiosidades madrid, Madrid de los Austrias
Passeando por entre as ruas e tascas do Madrid de los Austrias...

No entanto, os limites do barrio de los Austrias não são tão estanques e estabelecidos como os apresentados no mapa anterior, existem algumas nuances consoante falamos do Madrid de los Austrias turístico ou histórico, este último delimitado pela antiga cerca construída por Felipe IV.

As ruas estreitas e irregulares deste bairro, desvendam em cada esquina, edifício de arquitectura sóbria e austera, de acordo com os monarcas da altura. Passear a pé é a melhor, senão única, forma de conhecer esta zona da cidade com as suas tabernas e lojas tradicionais.

 

O que ver no Madrid de los Austrias?

Com vontade de um passeio um pouco mais focado no bairro dos Áustrias? Comecemos então este roteiro na Plaza Mayor, cenário habitual de todo o tipo de acontecimentos da época: mercados, corridas de touros, espetáculos populares e até autos de fé… De um lado podemos ver a Casa de la Panadería, cuja fachada está repleta de frescos a representar motivos mitológicos, florais e personagens da história de Madrid. Aqui podemos encontrar a Oficina de Turismo da Comunidade de Madrid. Mesmo em frente temos a Casa de la Carnicería, antigo armazém de carnes e que nos últimos tempos foi comprada por uma cadeia de hotéis portuguesa. Numa das esquinas deste lado da praça encontramos também o Arco de Cuchilleros.

Plaza Mayor e Casa de la Panadería, madrid de los autrias, o que é madrid austrias, passear madrid austrias, conhecer madrid austrias, curiosidades madrid, Madrid de los Austrias
Plaza Mayor e Casa de la Panadería

Continuamos em direcção ao Palácio de Santa Cruz, actual sede do Ministérios dos Assuntos Exteriores, situado na Plaza de la Provincia. Foi construído por Felipe IV com intuito de ser a prisão da corte. Seguimos caminho descendo pela Calle Imperial até à Calle Toledo onde encontramos a Real Colegiata de San Isidro e o Colegio Imperial, construído no século XII e que actualmente é uma escola secundária. Paralelamente à Calle Toledo encontramos a Cava Baja, por onde podemos subir até à Plaza de Puerta Cerrada, logo abaixo do Arco de Cuchilleros que vimos anteriormente. Aqui está localizado o popular Restaurante Botín, que segundo o livro do Guiness é o restaurante mais antigo do mundo.

Restaurante Botin, madrid de los autrias, o que é madrid austrias, passear madrid austrias, conhecer madrid austrias, curiosidades madrid, Madrid de los Austrias
Restaurante Botin (autor: Ronald Woan / Flickr Creative Commons)

Continuamos pela calle Maestro Villa até à Plaza del Conde de Miranda, onde se situa o Convento de Corpus Christi, do início do século XVII, conhecido popularmente como o Convento de las Carboneras. A igreja não sofreu practicamente nenhuma alteração desde que foi construída. Subimos pela calle Mayor, passamos pelo Mercado de San Miguel e dirigimo-nos à próxima paragem, a Plaza de la Villa.

Mercado de San Miguel, madrid de los autrias, o que é madrid austrias, passear madrid austrias, conhecer madrid austrias, curiosidades madrid, Madrid de los Austrias
Mercado de San Miguel (autor: joncrel / Flickr Creative Commons)
Plaza de la Villa, madrid de los autrias, o que é madrid austrias, passear madrid austrias, conhecer madrid austrias, curiosidades madrid, Madrid de los Austrias
Plaza de la Villa

Aqui somos recebidos pela estátua do almirante Álvaro de Bazán e pelas casas mais antigas da cidade de Madrid: Casa Torre de los Lujanes (séc. XV), a Casa Cisneros (séc. XVI) e a Casa de la Villa (séc. XVII). Retomamos o caminho pela calle Mayor até à calle Bailén e dirigimo-nos à Plaza de Oriente. A partir daqui podemos ver a Catedral de la Almudena e o Palácio Real, erigidos no local ontem antes se encontrava o Alcázar de Madrid, totalmente consumido pelo fogo em 1734. Viramos pela calle de San Quintín e chegamos ao destino final do nosso passeio, o Real Monasterio de la Encarnación, a primeira obra barroca da cidade. Fundado em 1611, ainda hoje conserva uma importante colecção de obras de arte.

Palacio Real madrid de los autrias, o que é madrid austrias, passear madrid austrias, conhecer madrid austrias, curiosidades madrid, Madrid de los Austrias
Palacio Real

Mas existem muitos outros monumentos promovidos pela dinastia dos Austrias que não se encontram integrados nas rotas turísticas habituais, como é o caso do Salón de Reinos e o Casón del Buen Retiro, que formaram parte do desaparecido Palacio del Buen Retiro; os jardins com o mesmo nome e a Casa de Campo, mandada construir por Felipe II (o mesmo da cadeira no Escorial), como uma quinta de recreio e zona de caça.

Um pouco mais perto do bairro dos Austrias, Fica também excluída desta classificação turística uma zona de que eu gosto muito e que, embora menos monumental que os bairros de Palacio e Sol, teve um enorme significado na época, pois aqui viveram os grandes escritores do Século de Ouro Espanhol. Falo do bairro de Las Letras e de escritores como Lope de Veja, Cervantes, Quevedo, etc etc etc…

Portanto já sabem... Da próxima vez que vierem a Madrid e quiserem um roteiro não tão alargado como o Roteiro Turístico que fiz anteriormente, aproveitem para conhecer este bairro tão emblemático e tão bonito da cidade! Não se vão arrepender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *