Skip to content

A história macabra da Calle de la Cabeza

Como já vos contei em artigos anteriores, toda a zona de Lavapiés e do centro de Madrid é rica em ruas com nomes estranhos ligados a acontecimentos mais ou menos macabros.

Hoje venho falar-vos da Calle de la Cabeza, uma pequena rua no bairro de Lavapiés que une a Calle Jesus y Maria com a Calle del Avé Maria, localizadas perto da praça de Tirso de Molina.

calle de la cabeza, lenda calle de la cabeza, significado calle cabeza, azulejos madrid, ruas de madrid, curiosidades ruas madrid, lendas de madrid

Conta a lenda que durante o século XVI vivia nesta rua um rico sacerdote com o seu criado português. Este, pobre e endividado até mais não, decidiu um dia matar o seu amo e fugir com o dinheiro para Portugal.

Diz a sabedoria popular que "o ladrão volta sempre ao local do crime" e neste caso não foi excepção. Anos mais tarde o ladrão decidiu voltar a Madrid, desta vez disfarçado de cavaleiro.

Num dos dias, a meio de um passeio pelo Rastro, decidiu comprar uma cabeça de carneiro para fazer uma homenagem a si próprio e ter um jantar especial. Guardou a cabeça de carneiro debaixo da capa e dirigiu-se para a sua nova casa, mas a meio do caminho foi abordado por um polícia que achou muito estranho o sangue que ia pingando pelo caminho...

Quando o polícia lhe perguntou o que levava, o "cavaleiro" disse que era uma cabeça de carneiro para o jantar, mas quando a mostrou ao polícia ficou horrorizado ao descobrir que era a cabeça do sacerdote que tinha morto anos antes. Nesse momento não teve outro remédio que confessar o seu crime.

Acabou por ser enforcado na Plaza Mayor de Madrid, enquanto que a rua onde ocorreu este macabro episódio ficou conhecida como a Calle de la Cabeza. Conta ainda a lenda que, durante o caminho até à forca, levaram a cabeça do sacerdote numa bandeja de prata à frente do réu. Assim que a sentença foi cumprida, a cabeça voltou a ser de carneiro.