Skip to content

Calle de Embajadores

Hoje decidi, finalmente, falar da minha rua! A Calle de Embajadores.

Embajadores-Calle-de-e1445247035181

Como é costume, todas as ruas do centro de Madrid devem o seu nome a personagens importantes, profissões ou eventos/lendas que se passaram nessa zona. E como é óbvio, esta rua não poderia ser a excepção!

O nome da rua faz referência a um episódio que se passou durante o reinado de Juan II, no século XV.

Certo ano, mais propriamente em 1435, o rei Juan II encontrava-se em Madrid para receber as comitivas de embaixadores de vários reis, entre os quais o Rei de Tunes, o Rei de Navarra, o Rei de Aragão e também uma pequena comitiva do Rei de França.

Mas antes de se dar o encontro, a vila de Madrid foi assolada por uma epidemia de peste que matou muita gente e o Rei com medo de ser contagiado fugiu para Illescas. Os embaixadores chegaram à vila e foram apanhados de surpresa, tanto pelo "desaparecimento" do rei como pela peste.

Decidiram eles também deixar o centro de Madrid e  instalar-se numa zona mais protegida, a sul da cidade. Nesta zona estavam situadas várias quintas entre as quais a Quinta de São Pedro e a Casa de Campo de Santiago o Verde, que acolhiam os embaixadores. Por "culpa" deste acontecimento essa zona acabou por ser apelidada de Campo de Embajadores.

Freiduría de Gallinejas, um dos comércios mais antigos e típicos da rua
Freiduría de Gallinejas, um dos comércios mais antigos e típicos da rua 8fonte: Wikimedia Commons)

Com o tempo este nome derivou a Paseo de Embajadores, o nome da rua primitiva, que começava na Plaza de Cascorro e ia até ao (agora inexistente) Portillo de Embajadores, uma pequena porta na muralha da cidade a meio caminho entre a Puerta de Toledo e a Puerta de Atocha, que se localizava onde hoje é a Glorieta de Embajadores.

Portillo de Embajadores numa maqueta de 1830
Portillo de Embajadores numa maqueta de 1830 (fonte: Wikimedia Commons)

Em 1868 este portillo foi destruído fazendo com que o alargamento da rua fosse possível. No traçado actual a rua vai até às imediações da Plaza de Legazpi, entrando depois num túnel que a leva até à famosa M-30.


Hoje em dia, na brincadeira, costumo explicar às pessoas que o nome da rua provém da quantidade de "embaixadores" que podemos encontrar na Glorieta... Há o embaixador da cocaína, o embaixador da heroína, o embaixador das kundas, a embaixadora da prostituição e um largo etcétera. Não é um local perigoso, até porque eles nunca nos dirigem a palavra (sabem bem com quem devem falar), mas para quem não está habituado é capaz de impressionar um pouco!

Aqui na rua estão também alguns dos locais que eu mais gosto: o Mercado de San Fernando, o OCSI- Café el Mar, a Tabacalera, etc etc etc..

Costumam vir para esta zona? O que acham da rua? Algum bar/espaço/loja que recomendem?

Vais viajar para Madrid?
aviao-30

Encontra na eDreams voos para Madrid ao melhor preço.

hotel-30

Hotéis baratos em Madrid no Booking

turismo-30

À procura de uma visita guiada pela cidade? Fala comigo!

Ao utilizares os links de afiliados estás a ajudar-me a pagar os custos do blog. A Booking e a eDreams dão-me uma pequena comissão por cada venda e tu não pagas mais por isso! 🙂



Comentários

Comentários