Travesia de Gil Imon

Todos sabemos que quando vamos viver para um país diferente ou começamos a estudar um idioma estrangeiro, a primeira coisa que aprendemos são os palavrões! E de certeza que já conheceram alguém de um outro país e lhe perguntaram “Como se diz (inserir palavrão aqui) na tua língua?”.

Dito isto, de certeza que todos (ou quase todos!) vocês conhecem a palavra gilipollas e já a utilizaram mais de uma vez, principalmente se viverem “nas Espanhas”! Mas poucos de nós pararam para pensar qual seria a origem desta palavra.

Há uns meses atrás estava eu numa das minhas incursões blogueiras a meio de um dia de trabalho, quando encontro um artigo sobre a palavra ‘gilipollas’. A verdade é que nunca pensei que fosse esta a origem:

Na época do reinado de Felipe III (final do séc. XVI e inícios do séc. XVII) viveu um homem chamado Don Gil Imón, fiscal do Conselho da Hacienda (Finanças), que tinha duas filhas casadoiras chamadas Feliciana e Fabiana.

filhas de gil imon

Naquela época era tradição que se fizessem bailes para apresentar à sociedade as raparigas em idade de casar para que pudessem encontrar o seu par. Gil Imón, que na altura tinha uma agenda apertada, aproveitava todos estes bailes para levar as suas filhas e misturá-las com a alta sociedade madrilena em busca de um bom partido para cada uma delas, coisa que não era tarefa fácil pois, segundo se diz, nenhuma das duas fora agraciada com beleza ou inteligência.

Nesses tempos o termo utilizado para se referir às raparigas jovens era ‘pollas’. Assim sendo, de cada vez que o teimoso Gil Imón aparecia nos bailes com as suas filhas era normal os outros convivas cochicharem entre si “Ahí va de nuevo Don Gil con sus pollas”.

De tantas vezes terem dito esta frase acabaram por encurtá-la e criar a palavra ‘gilipollas’ (Gil y pollas) que se utiliza até aos dias de hoje, sendo sinónimo de ‘palerma’ ou ‘estúpido’.

flecha azul separadora

PROGRAMA A TUA VIAGEM PARA MADRID

Reserva os teus voos baratos para Madrid através do Skyscanner.

Reserva o teu hotel no Booking, com toda a garantia e segurança de uma plataforma mundialmente reconhecida.

Faz uma visita guiada por Madrid comigo! Privada, personalizada e ao teu ritmo!

Descobre as melhores atividades de Madrid com a Civitatis! Entradas para museus, espetáculos e muito mais.

Chegaste ao aeroporto de Barajas e procuras um transfer privado para te levar ao hotel ou ao centro de Madrid? Aqui estão as melhores opções!

Contrata o teu seguro de viagens com a IATI através dos nossos links e recebe 5% de desconto!

Faz as tuas reservas através dos links parceiros que te deixo no final de cada artigo. Ao utilizares estes links NÃO PAGAS MAIS e ajudas-me a manter o blog, já que recebo uma pequena comissão por cada venda. Muito obrigada!



12 COMENTÁRIOS

  1. hahahaha Adorei!
    Sempre procuro a origem das palavras, principalmente as estrangeiras. Algumas são tão bobas e outras tão interessantes.
    Muito bom conhecer pessoas que também vão atrás da origem das coisas.

  2. Que origem de palavra mais interessante, confesso que nunca tinha ouvido falar, mas vc está certa, sempre estamos buscando aprender palavrões em outro idioma, mas não buscamos saber a origem deles.

  3. hahahah nunca havia ouvido, mas é muito interessante ver a origem de alguns “palavrões” e expressões idiomáticas! Muito bom!

  4. Muito bom este texto! Eu não conhecia a palavra, mas adoro saber a origem de alguns termos que utilizamos comumente. A proveniência desse é mesmo bem interessante! 🙂 bjs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

fourteen + four =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.